Erro de grafia dá cadeia

Na Bahia, um erro de grafia levou em cana o ex-policial militar Mauro Vinícius Soares. Calma, não se trata de uma lei normativa que pune quem escreve errado. É que Soares foi pego quando tentava comprar um celular com um cartão clonado numa loja em Salvador. O funcionário que o atendia notou que no cartão apresentado pelo ex-policial no ato da compra estava escrito “extrutura” com “x”. Em 2006, policiais apreenderam um carro roubado em São Paulo ao desconfiarem do nome da cidade grafado na placa: “Frorianópolis”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: